Hospital Santa Rita passa a realizar transplante alogênico não aparentado de medula óssea

Hospital Santa Rita passa a realizar transplante alogênico não aparentado de medula óssea

PIONEIRO E ÚNICO DO ES

O Centro de Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas do Hospital Santa Rita está habilitado para realizar mais um tipo de transplante, o Alogênico Não Aparentado. Essa nova habilitação faz do Santa Rita a única instituição do Espírito Santo pioneira nos transplantes Autólogo, Alogênico Aparentado e Alogênico Não Aparentado.

Com a nova habilitação, ocorrida em maio, o Santa Rita passou a ficar conectado ao Sistema Nacional de Alocação de Leitos para Transplante (SNT) e classificado como estabelecimento de saúde Tipo 3 Nível C.

O Hospital Santa Rita é o único centro, no Espírito Santo, habilitado para realizar as modalidades de transplante de células-tronco hematopoéticas, estando ativo, desde 2008, para o Transplante Autólogo e, desde 2018, para o Transplante Alogênico Aparentado. A partir de agora, passa também a realizar Transplante Alogênico Não Aparentado.

O responsável técnico pelo Centro de Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas do Hospital Santa Rita, Dr. Marcelo Aduan, informa que, até o momento, foram realizados 635 transplantes autólogos e 14 alogênicos.

“Estamos em fase de viabilidade para o Transplante Alogênico Aparentado Haploidêntico, em que o doador é parcialmente compatível com o Receptor e, portanto, com maior chance de identificação de um doador e maior possibilidade de pacientes serem submetidos ao transplante”, informa Dr. Marcelo.

O Centro de Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas do Hospital Santa Rita conta com experiente equipe multidisciplinar capacitada para prestar o atendimento mais assertivo.

 

TRANSPLANTES DE CÉLULA-TRONCO FEITOS NO HOSPITAL SANTA RITA:

  • AUTÓLOGO ou AUTOGÊNICO –  é aquele no qual as células precursoras da medula óssea provêm do próprio indivíduo transplantado (Receptor). As células-tronco hematopoéticas do paciente são removidas antes que a quimioterapia ou radioterapia de alta dose seja administrada. Essas células são armazenadas e, após finalizada a quimioterapia ou radioterapia, são infundidas no paciente.
  • ALOGÊNICO APARENTADO – as células-tronco hematopoéticas vêm de um doador, preferencialmente, um irmão ou irmã com composição genética semelhante à do paciente.  A chance de encontrar um doador totalmente compatível na família é entre 25% a 30% entre irmãos de mesmo pai e mãe.
  • ALOGÊNICO NÃO APARENTADO – a medula óssea é doada por uma pessoa não aparentada, mas com uma composição genética semelhante que possa ser usada. A chance de encontrar um doador em um banco de doadores de medula óssea é de aproximadamente 1: 50.000.

Artigos Relacionados

Atenção aos sintomas do AVC

Quando se trata de cuidar da saúde do seu cérebro, a rapidez é essencial. No Pronto-Socorro do Santa Rita, estamos prontos para agir com urgência

Ler mais

Solidariedade com o Sul do ES

Com o intuito de oferecer apoio e conforto às famílias afetadas pelas intensas chuvas ocorridas no Sul do Espírito Santo, a Afecc-Hospital Santa Rita doou

Ler mais