Santa Rita chega aos 52 anos

Santa Rita chega aos 52 anos

Mais de meio século investindo no avanço da Medicina capixaba!

Dia 31 de março, o Hospital Santa Rita, construído, administrado e mantido pela Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc) completou 52 anos de atividades. Nascido com vocação para o tratamento de câncer, hoje o Hospital se tornou o maior complexo oncológico do Espírito Santo e também pioneiro em diversos serviços voltados tanto para oncologia quanto para as outras especialidades médicas.

Entre os avanços tecnológicos do Santa Rita, a presidente da Afecc-Hospital Santa Rita, Marilucia Dalla, destaca os mais recentes: inauguração do Centro de Medicina Robótica e Alta Tecnologia, Centro  Cardioneurovascular, Centro de Diagnóstico Avançado e, em breve, abrirá as portas do seu mais novo serviço, a Centro Materno-Infantil Santa Rita, com um novo conceito de maternidade para o capixaba.

“Investimos em conhecimento e na tecnologia em saúde, muito importante para a melhoria constante no cuidado com o paciente. Com equipamentos modernos é possível identificar doenças em estágios iniciais e iniciar o tratamento precocemente, afinal, quanto mais precoce for iniciado o tratamento, maiores as chances de cura”, informa Marilucia.

De acordo com ela, o Hospital está caminhando a passos largos para a implantação de uma inovação na área de gestão. “Vamos tornar nossos processos clínicos ainda mais eficientes e focados no resultado que realmente importa para o paciente. Abrimos o Value Management Office (VMO), nosso Escritório de Gestão de Valor, uma estrutura de serviços relacionados à geração contínua de valor para as organizações, no nosso caso, para a Afecc-Hospital Santa Rita, com foco no paciente e alinhado ao propósito da nossa instituição, que é Nosso amor se traduz em cuidar de você”, reforça.

Ainda segundo a Presidente, o principal objetivo da Diretoria com o VMO é a melhoria contínua dos resultados, gerando uma experiência positiva para o paciente e agregando valor na gestão do custo e um desfecho clínico assistencial e operacional de excelência aos clientes. “Estamos trabalhando focados em envolver todos os stakeholders na jornada do paciente, criando uma cultura de cooperação, o que impacta diretamente na saúde do paciente. Estamos rompendo algumas barreiras antes impostas e mudando nossa forma de trabalhar. Ao invés de cada um de um lado, hoje temos o paciente, a operadora e o Hospital buscando melhor qualidade na jornada de saúde”.

 

Alguns dos avanços tecnológicos

Implantação do Centro de Medicina Robótica e Alta Tecnologia, onde estão o robô Da Vinci Xi (plataforma cirúrgica de última geração) e o  microscópio neurocirúrgico Zeiss Kinevo 900 – Pacote Premium (o mais completo e moderno do mundo).

Implantação do Centro Cardioneurovascular – serviço com especialistas em cardiologia, neurologia e cirurgia vascular, onde o paciente é avaliado, acompanhado e tratado de forma multiprofissional e plena em todos os momentos de sua doença no Pronto-Socorro, UTI Cardioneurovascular, Hemodinâmica, Centro Cirúrgico, apartamentos e consultórios. São especialidades afins que atuam em conjunto para aumentar a eficiência e humanização do tratamento.

Implantação do Centro de Diagnóstico Avançado – Local com equipamentos de última geração e que possuem inteligência artificial para proporcionar o melhor e mais assertivo diagnóstico, agilizando a definição médica do tratamento a ser adotado.

Implantação das tecnologias de Cone Beam Computed Tomography (CBCT), Clarity Autoscan 4D e Active Breath Coordinator (ABC) – Compõem o mais alto padrão de tratamento radioterápico. Tomografia e ultrassonografia combinadas em tempo real e associadas ao controle do movimento respiratório para monitoramento do posicionamento de diversos órgãos como, próstata, mama, pulmão, pâncreas e vários outros, tornando o tratamento com radioterapia mais preciso, confortável e eficaz. O uso dessas novas tecnologias começou em fevereiro deste ano de 2022.

Preparação do Centro Materno-Infantil Santa Rita – ambiente acolhedor que será inaugurado em breve. Local preparado para receber mães e bebês com todo conforto, tecnologia e profissionais qualificados para tornar a estadia mais segura e confortável. O Centro-Materno Infantil prestará, inclusive, atendimento aos casos de cardiopatias congênitas, pois contará com especialistas capacitados para diagnosticar problemas estruturais no coração do bebê ainda dentro do útero da mãe e realizar procedimentos intervencionistas e cirurgias logo nas primeiras horas após o parto.

VOCAÇÃO NATURAL  

O Hospital Santa Rita, complexo hospitalar que nasceu com vocação natural para prestar atendimento oncológico, hoje, além de ser referência e o maior complexo oncológico do Espírito Santo, é também um Hospital Geral com mais de 30 especialidades médicas, pioneiro em avanços tecnológicos de última geração, com o primeiro Centro de Medicina Robótica e Alta Tecnologia do Espírito Santo; além de ser o primeiro hospital capixaba a possuir software de inteligência artificial que auxilia a equipe médica nas avaliações de Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras importantes inovações.

Nesses 52 anos, o Hospital Santa Rita se orgulha em ser uma unidade filantrópica altamente capacitada, com certificações Black Diamond (nível máximo da empresa 3M no processo de qualidade do Centro de Material e Esterilização) e ONA 3, destinando mais de 70% de seu atendimento aos pacientes do SUS, único hospital habilitado, desde 2008, a realizar Transplantes de Medula Óssea Autólogo e, desde 2018, o Alogênico no estado do Espírito Santo.

Mais destaques do Santa Rita

Primeiro Hospital a possuir impressora 3D para produção de talas ortopédicas – No lugar do gesso ou talas tradicionais, um imobilizador feito de plástico termomoldável e biodegradável, com design inovador e produzido por impressora 3D.  Essa novidade tecnológica foi adquirida pelo Santa Rita em parceria com a startup Fix it, para o desenvolvimento de peças para imobilização articular. A impressora está em uso desde o início de fevereiro de 2021. O objetivo é proporcionar ao paciente algo mais personalizado e leve para recuperar lesões ortopédicas em pessoas que necessitam de imobilização. A impressora 3D também desenvolve soluções que auxiliam, de forma geral, no procedimento de fraturas e na recuperação de casos pós-cirúrgicos.

Inteligência artificial RAPID – Disponibilizado para as equipes de neurologia, neurocirurgia, neurorradiologia diagnóstica e neurorradiologia intervencionista o software de inteligência artificial denominado RAPID permite, junto à experiência médica, uma avaliação rápida, segura e precisa das imagens feitas da área cerebral do paciente que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico.  O RAPID é um software que fica acoplado ao tomógrafo do Hospital para que, no momento da realização do exame, o resultado seja enviado, via celular, para a equipe médica definir o tratamento no menor tempo possível.

Lexicomp – Importante e valiosa ferramenta em benefício dos pacientes, a Lexicomp é a maior base de dados sobre medicamentos existente atualmente no mercado, com informações que abrangem todas as especialidades clínicas. Com essa ferramenta, a equipe médica tem acesso, via celular, tablet e computador, a mais de 20 bancos de dados, com informações importantes sobre medicamentos, produtos naturais, interações entre medicamentos e muito mais. Tudo para tornar as condutas medicamentosas mais seguras.

Up To Date – Outra inovação tecnológica na área médica que passou a ser utilizada pelo Hospital para oferecer mais atenção e um cuidado ainda melhor para o paciente. O UpToDate é hoje um dos melhores recursos de suporte à decisão clínica, utilizado por mais de 2 milhões de usuários em 191 países e mais de 38 mil instituições, podendo ser acessado por celular, tablet e desktop. Trata-se de um software desenvolvido por especialistas e voltado para os profissionais da saúde para responder dúvidas clínicas, aumentar conhecimento e melhorar o cuidado com o paciente.

MultifiltratePRO – Novo equipamento para hemodiálise com sistema mais moderno existente no Brasil para realização de hemodiálise contínua em pacientes com problemas renais graves, assistidos em UTI e que não conseguem fazer uso da hemodiálise convencional.

Ablação de alta potência e curta duração (HPSD) – Nova técnica para tratamento cardiológico, utilizada no Brasil para tratamento de fibrilação atrial, e que foi desenvolvida pelo cardiologista Fabrício Vassallo, médico do corpo clínico do Hospital Santa Rita.

Videofluoroscopia da deglutição – Exame de última geração considerado padrão ouro para definir a fisiologia da deglutição.  Esse exame permite um diagnóstico e tratamento mais assertivos e precoces dos problemas que muitas pessoas enfrentam para engolir.

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT – Intensity Modulated Radiotherapy) – Técnica que consiste em um planejamento inverso permitindo esculpir a distribuição da dose ao redor do tumor, minimizando a quantidade que atinge o tecido sadio. É indicada para a maioria dos tumores, principalmente para os localizados na região de cabeça e pescoço, e próstata.

Terapia Volumétrica Com Arco Modulado (VMAT – Volumetric Modulated Arc Therapy) – Técnica do tipo volumétrica em que o tumor recebe uma dose de radiação distribuída em arco volumétrico, minimizando a dose em tecido sadio.

Radioterapia Estereotáxica Fracionada – Possibilita o tratamento de lesões localizadas, porém de maior tamanho fracionando o tratamento em maior número de dias. Indicado para pacientes portadores de lesões cerebrais maiores que 3,2 cm.

Radiocirurgia Estereotáxica do Corpo (SBRT) – Técnica utilizada para pacientes portadores de oligometástase ou tumores primários de pulmão, fígado e osso. Possibilita a utilização de alta dose de radiação com objetivo de destruição da lesão tumoral localizada. Como diferencial às outras terapias, a SBRT possibilita um tratamento com alta dose e é mais precisa quando existe a necessidade de tratar pequenas lesões.

Radiocirurgia para Malformação Arteriovenosa (MAV) – Técnica que permite direcionar, em volume específico da MAV, alta dose de irradiação evitando dose em parte sadia de área cerebral. Considerada uma doença rara, a MAV apresenta sérias complicações para o paciente, como hemorragias cerebrais e crises convulsivas.

Radioterapia Guiada por Imagem (IGRT – Image Guided Radiotherapy) – Recurso de imagem que permite reduzir o volume alvo por meio do aumento da precisão espacial da entrega de radiação.

Hipertermo Quimioterapia Intraperitoneal (HIPEC) – Tratamento de quimioterapia altamente concentrada e aquecida, aplicada diretamente no abdome durante a cirurgia citorredutora – procedimento de alta complexidade para combater um tipo raro de câncer localizado no peritônio, membrana que recobre a região do abdome.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigos Relacionados